Por favorlogarouregistrar to do it.

Ao olhar para o céu em uma noite com poucas nuvens podemos ver nossa companheira Lua. Não sabemos ao certo desde quando ela está lá e nem por quanto tempo irá ficar, mas sabemos que desde que a humanidade existe ela inspira poetas, artistas e cientistas de diversas áreas.

Durante muito tempo, perguntou-se como chegar à Lua e essa foi uma das missões espaciais mais comemoradas em 1969, com os famosos astronautas da Apolo 11. Quem nunca ouviu falar a frase: “é um pequeno passo para um homem mas um grande passo para a humanidade”? Depois disso, em outras oportunidades, outros astronautas já estiveram por lá várias vezes.

Mas você já parou para pensar qual é a distância entre a Lua e a Terra? E se disséssemos que essa distância poderia ser representada, em um cenário ideal, por uma folha de papel dobrada?

Se fosse possível dobrar uma folha de papel ao meio por 42 vezes seguidas, teríamos uma dobradura com espessura muito próxima da distância da Terra à Lua! Veja só: ao dobrarmos uma folha papel ao meio, a espessura da folha dobra de tamanho. Dobrando a folha mais uma vez, a nova espessura será 4 vezes maior do que a espessura inicial e assim por diante. Já ouviu falar em crescimento exponencial? Esse é um exemplo disso.

Mas não pense que essa é uma tarefa fácil, pois, a partir da oitava dobradura, o papel fica tão grosso que é praticamente impossível de ser dobrado novamente.
E aí, ficou curioso?

Saiba mais no breve artigo da Universidade Federal Fluminense

Questão da Semana: 20 de janeiro
Modalidade Presencial ou Online?

Reações

O seu endereço de e-mail não será publicado.